A obra para violão solo de Zé Menezes – Marcello Gonçalves

O site Violão Brasileiro publicou em seu acervo o artigo de Marcello Gonçalves sobre a obra para violão solo do violonista Zé Menezes. Visite o site e confira na íntegra o trabalho de Marcello Gonçalves, sob a orientação da Profa. Dra. Marcia Ermelindo Taborda.

Resumo: Nesta pesquisa, Marcello Gonçalves  registra o particular estilo violonístico de Zé Menezes e publica 14 peças de sua produção para o instrumento. Para tanto foi estabelecido um processo de aprendizado das peças e discussão de questões concernentes à aprendizagem oral em música popular, à relação compositor/intérprete, à abertura do compositor em relação à sua própria obra e às possibilidades de notação musical. O referencial teórico utilizado foi baseado em A Obra Aberta, de Umberto Eco. Traçou-se um paralelo entre a abertura identificada por Eco nas obras de música contemporânea e a abertura observada na interpretação do repertório da música popular brasileira, contexto em que está inserida a obra em questão. O estudo concluiu que a experiência de Zé Menezes como músico e arranjador de orquestras, bem como o domínio de outros instrumentos, contribuíram para o desenvolvimento do seu estilo violonístico e que é possível manter a abertura e a liberdade de interpretação, características da cultura em que se insere a obra de Menezes, ainda que realizando uma edição das partituras no mesmo formato utilizado para as peças do repertório do violão clássico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *