Jamil Anderáos (1913-1958)

Jamil Anderáos nasceu em São João da Bocaina. Seu pai costumava abrigar os artistas que por ali passavam, propiciando assim que os irmãos Anderáos (Napoleão, Jamil, Aníbal e Nelson) tivessem os primeiros contatos com a música, formando-se logo um quarteto de gaitas de boca, Os Quatro Batutas. É por influência de Canhoto que eles chegariam ao violão. Jamil era um músico autodidata como a maioria dos violonistas daquela época. Começou a tocar na Rádio Educadora Paulista em 1933, tendo sido um dos primeiros violonistas a tocar por música em São Paulo. Entre seus alunos levantamos os nomes de Ronoel Simões, Nelson Cruz e Luiz Américo Jacomino, filho de Canhoto. Jamil deu muitos recitais, nunca se negando a tocar, quando se tratava de obra filantrópica. Era também um bom compositor onde destacamos: “Passeio em Damasco”; “Fado da Boa Esperança”; “Dança dos Tamancos”; “Saudades de Bariri” e “Nísia”. Possuía excelente técnica, execução limpa e sonoridade agradável. Seu tremulo era perfeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sair da versão mobile