Henrique Pinto

Como formação musical iniciou com Sérgio Scarpiello, estudando sucessivamente com Manoel São Marcos, Isaias Sávio, Carlos Barbosa Lima, José Thomaz (Santiago de Compostela-Espanha) e Abel Carlevaro (Uruguai); harmonia, contraponto, análise e interpretação com Guido Santórsola e Mario Ficarelli.

Sua trajetória como professor foi bastante intensa, tendo ministrado aulas na: Fundação das Artes de São Caetano do Sul, Conservatório Musical Brooklim Paulista. Posteriormente recebeu o título de “Notório Saber”, expedido pelo MEC, por seu currículo como concertista e camerista, passando a lecionar em faculdades, como: Instituto Normal de Música, Faculdade Mozarteum de São Paulo, e São Judas Tadeu, FAAM-FMU, Escola Municipal de Música, Faculdade Cantareira e particularmente. Foi convidado a lecionar em cursos de férias, tais como: Porto Alegre, Montenegro e Vale Veneto, Caxias do Sul e Foz do Iguaçu (PR) Joinville, Brusque e Florianópolis (SC), Goiânia (GO), Brasília (DF), Campos de Jordão (SP), Salvador (BA), João Pessoa (PB), Campo Grande (MS), Belém (PA), Vitória (ES), Medellín (Colômbia), Cochabamba e La Paz (Bolívia), Santo Tirso e Aveiro (Portugal e Koblenz (Alemanha). É autor de uma série de trabalhos didáticos pela Ricordi Brasileira. Seu “Ciranda das Seis Cordas” foi reeditado na Itália e é utilizado em escolas de música de vários países da Europa. Como integrante do “Violão-Câmara-Trio”, lançou em 1989 um LP, que foi comentado pelo maestro Júlio Medaglia como “…..um dos melhores discos de música instrumental do ano”. Coordenou cursos de técnica e interpretação violonística na Faculdade Mozarteum de São Paulo e Conservatório Musical Brooklim Paulista. Foi organizador dos concursos e Seminários de Violão do Conservatório Souza Lima e participou como membro-presidente de diversas Bancas Examinadoras para seleção de docentes universitários na cadeira de violão. Organizou e coordenou a série de recitais “Projeto-Violão no MASP”.

Foi articulista da revista Cover Guitarra (Brasil) e Guitarreando (Portugal) além da Guitar Player do Brasil e Violão Intercâmbio. Foi membro da Academia Paulista de Música, ocupando a cadeira que pertenceu ao professor Isaias Sávio. Foi integrante do “Violão-Câmara-Trio”, e do duo com cello “Violãocellando”. Fez parte do Conselho da Academia de Violão da cidade Koblenz (Alemanha. Henrique Pinto faleceu em 26/10/2010.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *